Notícias
Covid-19 acelera no Brasil, que vira ‘exceção’ da tendência mundial de redução de casos e mortes

Covid-19 acelera no Brasil, que vira ‘exceção’ da tendência mundial de redução de casos e mortes

12/02/2021
Fonte: Rede Brasil Atual
Compartilhar: Whatsapp

Brasil tem segundo dia com mais mortes da segunda onda da pandemia e se aproxima dos 10 milhões de casos

O Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) registrou hoje (11) mais 1.351 mortos por covid-19 em um período de 24 horas no Brasil. É o segundo dia mais letal da covid-19 da “segunda onda” da doença que afeta o país, superando por uma vítima a última terça-feira (9). Desde março, de acordo com o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), são 236.201 mortes causadas pelo novo coronavírus.

Em relação ao número de infectados, o Brasil se aproxima da marca dos 10 milhões. Com o acréscimo de 54.742 no último período, o país chega a 9.713.909 casos desde o início do surto, em março. A média móvel de mortes calculada em sete dias está em 1.058 mortos e 45.374 infectados a cada 24 horas. De acordo com o Imperial College de Londres, respeitada instituição de pesquisa em epidemiologia, a pandemia segue descontrolada no Brasil.

Mundo

A pandemia já contaminou cerca de 107 milhões de pessoas no mundo, desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a pandemia, em março. Os mortos superam a casa dos 2,3 milhões. É a mais grave crise sanitária da história da humanidade em mais de 100 anos. Em 1918, a Gripe Espanhola deixou 50 milhões de mortos, aproximadamente.