Notícias
Novas internações por Covid dobram em SP em 14 dias; secretaria não divulga dados de mortes e casos desde sexta

Novas internações por Covid dobram em SP em 14 dias; secretaria não divulga dados de mortes e casos desde sexta

07/06/2022
Fonte: G1
Compartilhar: Whatsapp

Secretaria Estadual da Saúde afirmou que não divulgou informações por conta de problema em sistema federal. Ministério da Saúde disse que realizou uma manutenção no sistema, e que dados estão em processo de atualização.

As novas internações por Covid-19 continuam crescendo no estado de São Paulo, e já voltaram ao mesmo patamar verificado em fevereiro deste ano. A média móvel diária de novos pacientes internados em leitos de enfermaria e UTI dobrou, saltando de 247, em 24 de maio, para 503 nesta segunda (6).

O valor de novas internações ainda é muito inferior ao verificado no pico da pandemia, em março de 2021, e também no ápice deste ano, registrado no final de janeiro. No entanto, a alta é sinal de alerta para os especialistas de saúde sobre a possibilidade de uma nova onda da doença.

As novas internações diárias já representam aumento de mais de 230% em relação a abril deste ano, quando atingiram o menor valor da pandemia, com média de 146 por dia.

No total, 3.466 pacientes estão internados no estado nesta segunda-feira (6), sendo 2.416 na enfermaria e 1.050 em leitos de UTI.

Sem dados de monitoramento

 

Em meio à nova alta da doença, a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo não divulga os dados de casos e mortes diárias de Covid-19 desde sexta-feira (4). Segundo a pasta, o motivo foi um "problema no sistema federal de notificação de dados".

O g1 questionou a secretaria sobre a previsão para normalização das notificações, e se o problema está relacionado à inserção das informações nas unidades de saúde, assim como aconteceu durante o apagão de dados de dezembro, ou se a falha está relacionada à contabilização (extração) das informações pelo estado.

Em nota, a secretaria afirmou que "a API [programa que extrai as informações] do Sistema de Informação de Vigilância da Gripe (Sivep) está com problemas de atualização desde a última sexta-feira (3), prejudicando a atualização das notificações estaduais. Consequentemente, o monitoramento das estatísticas fica impactado. A extração de informações está comprometida até que o sistema federal seja restabelecido."